Home / Dicas / Construíndo uma casa – Parte 1 (Profissionais da obra)

Construíndo uma casa – Parte 1 (Profissionais da obra)

Construir certamente não é para qualquer pessoa, pois é um trabalho complexo, exige muito tempo, paciência, “jogo de cintura” e claro, muito dinheiro.
Caso você contratou uma empresa ou profissional para gerenciar a execução, certamente está livre de muitas dores de cabeça.

Veja algumas dicas (parte 1) praticas ao contratar um profissional e fazer o acompanhamento do seu trabalho

1. Nunca pague um profissional antes da execução

Faça medições (medir o que foi executado) ou contacte alguém com experiência se tiver alguma dúvida, o importante é pagar o que foi de fato realizado. Pois é comum o trabalho se tornar desmotivante quando já recebemos antes de trabalhar.

2. Nunca confie 100% no contratado

Abaixo algumas afirmações comuns antes de um serviço mal feito ou “dores de cabeça”:
– Pode deixar eu sei assentar porcelanato. Resultado: Porcelanato colocado torto, com fulgas erradas.
– Já fiz Laje inclinada antes. Resultado: Laje e vigas “tortas”, desperdício de madeira de escoras.
– Meu cálculo de concreto usinado está correto. Resultado: Sobra concreto que será muitas vezes será descartado.
– Pode deixar que sempre coloco impermeabilizante na massa do reboco. Resultado: Após alguns meses reboco começa pegar umidade e fica tudo solto.
– Pode pedir mais 50 sacos de cimento. Resultado: Sobra quase a metade dos sacos.

3. Sempre confira o resultado após a execução do trabalho

Quando puder ir até a obra verifique com cuidado e paciência o que foi feito, pois eventualmente algo pode (e certamente estará) ficar diferente do acordado, quanto antes detectado mais fácil será a correção (se ainda houver)

4. Caso um profissional contratado fez algo errado, dispense-o

Faça isso depois de 2º vez que um problema sério ocorrer, com isso você vai evitar “dores de cabeça” no futuro.

5. Se achar que algo está errado na execução de algum trabalho, mande-o parar imediatamente

Se algo sair errado realmente você que vai pagar a conta (SEMPRE). Não pense que alguém irá refazer alguma coisa de graça sem lhe cobrar de alguma forma.

6. Checar constantemente se não está faltando material na obra

Muito comum o profissional na obra se preocupar com falta de material somente quando já faltou. Isso é agravado quando ele recebe por hora trabalhada.

7. Nunca peça se o profissional  sabe fazer alguma coisa específica, pois ele sempre sabe

Procure saber as obras já feitas e concluídas por este profissional, pois eventualmente ele fornece informações apenas para ganhar sua confiança.

8. Não se deixe convencer pelo valor cobrado pelo profissional 

Pesquise muito, peça referência de amigos, conhecidos entre outros. Preço baixo demais desconfie, e preço alto demais não é garantia de qualidade, sempre procure referências.

9. Evite contratar valor fechado para total da obra

Tratar um valor fechado ou por m2 pode lhe dar “dor de cabeça” pois eventuais imprevistos podem ocorrer até o final da obra, o ideal é fechar valor por etapa ou se possível pagamento por hora (muito cuidado ao pagar por hora)

 

Fonte: Experiência própria e alheias

Comentários desativados.