Home / Dicas / Iniciando uma obra, recursos financeiros que preciso?

Iniciando uma obra, recursos financeiros que preciso?

O início de uma obra sempre é a parte mais empolgante, pois muitas vezes estamos realizando o sonho de ter a casa própria, é também um momento apreensivo, pois será que estamos fazendo tudo certo? será que já podemos começar? temos o dinheiro suficiente? por isso listaremos abaixo algumas dicas em relação aos recursos financeiros para execução da obra.calcular-o-custo-da-sua-obra

 

Quanto em recursos financeiros preciso?

Uma das questões mais importantes para execução de uma obra é os recursos financeiros que dispomos para iniciar a obra, normalmente há um financiamento envolvido, e quando isso ocorre, teremos que ter em mãos 100% do valor da 1º etapa da obra (a CEF funciona desta maneira), pois o 1º repasse do financiamento geralmente ocorre somente quando atestamos que a 1º etapa está concluída.

O primeiro passo é saber quanto vou gastar na obra? Há várias maneiras de estimar: Cub do seu estado, estimativa com engenheiro, Planilha de cálculo, para saber valor estimado e detalhado por etapas (conheça o pacote Planilhas deste site)

 

Execução total, sem financiamento

Se você pretende executar 100% da obra do começo ao fim e sem parar, o segundo passo é estimar o tempo da execução,  exemplo, se ocorrer em 10 meses o ideal é ter ao menos 25% do valor já disponível no início, e o restante poderá ser levantado em 10 meses. No caso da obra estimada em R$200 mil, valor inicial necessário é R$50 mil, e o restante deverá ser levantado em 10 meses, que fica em R$15 mil por mês.

 

Execução total, com financiamento

Se você pretende executar 100% da obra do começo ao fim e sem parar, o valor a ter em mãos para iniciar a obra, é o que corresponde a  1º etapa da obra , pois o 1º repasse do financiamento ocorre somente quando atestado que a 1º etapa está concluída. No caso da obra estimada em R$200 mil, em 4 etapas, o valor inicial em mãos é R$50 mil, e o restante deverá ser repassado pelo banco financiador.

 

Execução em etapas

Se você pretende executar a obra em etapas o ideal é ter em mãos ao menos 75% do valor das 4 primeiras etapas. Em caso da construção de uma casa, as primeiras etapas podem ser: Projetos e Aprovações, Infra Básica, Fundação, Alvenaria e Estrutura, o restante 25% você poderia levantar durante a obra.

Exemplo, se as 4 primeiras etapas estão previstas em R$50 mil (estas 4 etapas custam em média 25% da obra total) o ideal é ter em mãos cerca de 40 mil, o restante você deve levantar durante a obra, ou seja, se executado em 4 meses, você deve levantar R$2.500 por mês.

 

Imprevistos

Uma das coisas que sempre devem ser levadas em conta são os imprevistos, pois isso podemos lhe garantir, SEMPRE ocorre. Alguns imprevistos:

– Pedreiro ou Empreiteira orça um valor e cobra outro, alegando se necessário,

– Valor orçado foi um material X, mas na hora da aquisição, foi adquirido um material Y, que custa mais, ocorre principalmente no acabamento,

– Abandono de obra, alguns profissionais podem abandonar a obra, e a contratação de outro sempre custará mais.

Então sempre tenha em mente que a obra poderá 20% ou mais que o valor estimado inicialmente.

Comentários desativados.